Q. KIERSZENBAUM (n.1967), fotógrafo, documentarista e jornalista independente, nascido em Montevideu, Uruguai, trabalha há mais de 20 anos sobre o conflito no Médio Oriente e, em particular, sobre o quotidiano nos territórios ocupados da Palestina. As suas reportagens tem sido publicadas nos órgãos de comunicação mais importantes e influentes do mundo, como a Time, Newsweek, Paris Match, Chicago Tribune, The Independent, The Independent Magazine, Financial Times, Financial Times Magazine, de Volkskrant Magazine, New York Times, El  Pais, etc. A partir de 2007, tem ensinado fotografia na Musrarah School of Arts de Telavive. Expõe e publica álbuns de fotografia desde 2002; em parceria com várias organizações como, por exemplo, Breaking the Silence. É premiado em 2015 com a edição do livro Postales de la Tierra Santa. Em 2019, no contexto da organização Breaking the Silence, com a exposição Expose(d) mostra e publica o seu mais importante projeto até à data, um projeto com um tempo de gestação de 10 anos, no qual 52 retratos de soldados israelenses, acompanhados por um breve questionário, nos dão conta dos abusos perpetrados pelos próprios durante o cumprimento do serviço militar nos territórios ocupados.

(un)common ground investiga a inscrição artística e cultural do conflito que opõe autóctones e colonos quanto à pertença, posse, controlo e poder no território de Israel/Palestina, constituindo o palco e objeto da disputa. www.unground.pt


Quique KIERSZENBAUM, Exposto(s), Um excerto, trad. V. Silva, Lisboa, KKYM+P.OR.K, 2021. [ibook] [kindle]