(un)common ground investiga a inscrição artística e cultural do conflito que opõe autóctones e colonos quanto à pertença, posse, controlo e poder no território de Israel/Palestina, constituindo o palco e objeto da disputa. www.unground.pt

Z. HERZOG (n.1941), arqueólogo e Professor Emérito na Universidade de Telavive, participou em escavações arqueológicas em Hazor, Megido, Tel Arad e Tel Bersebá. Dirigiu escavações em Tel Michal e Tel Gerisa. Foi director do Sonia and Marco Nadler Institute of Archaeology entre 2005 e 2010, e consultor arqueológico da Autoridade de Proteção de Parques Nacionais e Naturais de Israel na preservação e desenvolvimento dos Parques Nacionais em Arad e Bersebá. Publicou, entre outros, Beer-Sheba II. The Early Iron Age Settlements (1984), Excavations at Tel Michal (1989), Archaeology of the City. Urban Planning in Ancient Israel and Its Social Implications (1997), A Fortaleza de Arad (1997; em hebraico), Redefining the centre. The emergence of state in Judah (2004). O seu artigo de 1999 no Haaretz – de que aqui se dá a tradução –, em que dá conta da viragem paradigmática entre arqueologia bíblica e arqueologia contemporânea, projeta o seu nome junto do grande público.


Ze’ev HERZOG, Para Descobrir as Muralhas de Jericó. Realidade arqueológica versus mitos bíblicos, trad. Rui Pires Cabral, Lisboa, KKYM+P.OR.K, 2020. [ibook] [kindle]